A economia mundial é uma tartaruga…

Somente um indivíduo totalmente isolado poderia ficar omisso a todos os problemas econômicos existentes no mundo todo. Nos dois últimos meses, visitei o Brasil, a China e a Índia, e o impacto econômico em cada um desses países é espantoso. Há um ano, fiquei impressionado com a alta do índice de ações de Bombaim, Índia, e o ritmo alucinante dos preparativos para os Jogos Olímpicos em Pequim. Quem poderia imaginar que, em um ano, a situação tomaria um rumo completamente inverso. A escassez de crédito atingiu a confiança do consumidor em todo o mundo. Os bancos não estão fazendo empréstimos. É difícil conseguir até mesmo capital privado, e as condições não são muito atrativas. Os consumidores reduziram seus gastos de forma significativa. Você observou o preço do petróleo ultimamente? Alguns países que estavam prosperando com base nos lucros do petróleo agora não conseguem sustentar sua economia, edificada ao longo dos anos. Vender futuros de petróleo para os próximos 12 a 18 meses não é algo comum. Existe uma grande quantidade de dados de energia disponíveis. Na Índia e na China, lemos sobre as ações do governo para iniciar projetos de infra-estrutura, na esperança de revitalizar a economia. A reação do mercado de ações parece ser impulsionada mais pelo fator “medo” do que pelos princípios. Medo de que ninguém saiba onde está o fundo do poço. O que causará uma reviravolta na confiança das pessoas para que comecem a gastar novamente? Li que aproximadamente 70% da maioria das economias são impulsionados pelos consumidores. Um outro fator importante é o mercado de crédito para acesso a caixa para negócios. Também é verdade que, em alguns países, os consumidores são viciados em compras altamente alavancadas, portanto, precisam ter acesso a crédito para gastarem novamente. A fórmula para corrigir isso parece ser bem simples:

Corrigir = Emprestar + Gastar

No entanto, fazer com que empréstimos e gastos ocorram tem sido um dos problemas mais difíceis no mundo todo. É fácil gerar confiança quando tudo está indo bem, mas, em tempos difíceis, essa facilidade desaparece. O capital privado e os capitalistas de risco naturalmente ficarão mais inflexíveis durante períodos de retração econômica. Novos recursos financeiros para início das atividades provavelmente exigirão novos investidores. Os bancos em todas as partes do mundo não estão dispostos a liberar capital por enquanto. Tanto as empresas quanto os consumidores sentem a retração.

O mundo precisa sair do retraimento e começar a avançar lentamente outra vez. Ficar como uma tartaruga escondida no seu casco significa estagnação, onde quer você resida. Enfrentamos um problema mundial que precisamos resolver.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s