Está ficando bastante nublado por aí…

Feliz Ano Novo!  Parece que haverá uma grande movimentação de nuvens em 2009. A virtualização
trouxe vários concorrentes desde o surgimento da iniciativa VMware há
alguns anos. Agora, é possível fazer uma seleção entre uma variedade de
h
ypervisors, tanto vazios quanto hospedados. Embora
o VMware ainda seja o titular, a concorrência saudável agora é vital
para esse negócio. A maior concorrência estimulará ainda mais a
inovação à medida que os produtos lutarem para apresentar um
diferencial. O preço ficará mais elástico com a maior uniformidade
entre os recursos básicos dos produtos. Na verdade, as ofertas de hypervisor de código-fonte aberto
podem ser tornar um ponto decisivo, especialmente na atual economia
mundial. Hoje, o hypervisor de desktop é quase um aplicativo
obrigatório para os desenvolvedores. Isso contribui para a concorrência
saudável nesse espaço.

A
nuvem de Internet é a próxima fronteira onde está começando a surgir
concorrência por todas as partes. Ainda que as nuvens do Google e do
serviço EC2 (Elastic
Computing Cloud) da Amazon já venham desfrutando de sucesso há algum
tempo, não há dúvida de que abriram as portas para a concorrência. Microsoft, IBM, Dell, EMC e Sun
estão combinando suas tecnologias e estendendo a tecnologia de natureza
virtual à nuvem. A computação em nuvem (“cloud computing”) é a ordem
seguinte de grandeza da virtualização. A nuvem será o lugar onde o
físico se tornará virtual (como a memória) e o aplicativo ficará
hospedado em qualquer servidor externo. Os clientes da nuvem não são
mais desktops e sim dispositivos, que podem ser aparelhos portáteis de
todo tipo (telefones inteligentes, Nintendo DS etc.). A vantagem será
da nuvem que tiver a tecnologia e reunir cálculos, armazenamento,
interconexão, ferramentas de desenvolvimento, gerenciamento de
sistemas, aplicativos, serviços, opções, preços, flexibilidade, suporte
etc… da melhor maneira. O software de código-fonte aberto
proporcionará uma grande vantagem aqui. A estabilidade do hardware e do
software será o diferencial. O bloqueio da nuvem será uma barreira que
acabará desaparecendo com o tempo. A única restrição dos utilitários
móveis e de banda larga são os contratos de serviço. Os aplicativos
terão de ser portáveis para que funcionem em vários ambientes de
hospedagem. O ano de 2009 será uma área interessante para observar a
nuvem e participar dela. Estou entusiasmado. A informática de utilidade
pública (utility computing) começou realmente a evoluir, a se transformar e a acelerar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s