Lembra-se do seu primeiro emprego depois de se formar na universidade?

Lembra-se
do seu primeiro emprego depois de deixar a faculdade? O que é mais
importante, lembra-se do seu primeiro gerente? Exato, a pessoa que
decidiu dar a você a sua primeira oportunidade. Estando de férias no Maine,
no fim de semana de 4 de julho, tive um encontro casual com Pat R., um
jovem que trabalhava no serviço de recepção, numa noite que prometia
ser tranqüila. Minha esposa, Ellen, eu e nossa turma, Michael, Michelle
e Mikayla (três versões do mesmo nome: Michael), éramos os únicos
hóspedes que estavam fazendo um lanche no fim da tarde. Assim, comecei
a conversar com Pat. Perguntei-lhe se era do Maine e se este era seu
trabalho verão. Ele respondeu afirmativamente às duas perguntas. Ele
também me contou que estava prestes a entrar no último ano no Colorado College. Perguntei a Pat o que estava cursando e ele respondeu Ciência da Computação. Pronto… minha esposa e meus filhos provavelmente pensaram: “vamos ficar aqui um bom tempo…” Disse a Pat que trabalhava na Sun Microsystems e, então, ele começou a falar sobre Java, Java e mais Java. Pat admitiu ser um grande usuário do Xbox 360,
especialmente na faculdade. Meu filho adorou essa parte da conversa
porque sempre reclamei do fato de jogar demais Xbox. Ele gostou de
saber que Pat também jogava Halo 3 e Call of Duty. Ao sairmos para voltarmos ao nosso quarto, desejei boa sorte a Pat e combinamos manter contato via Facebook ou Linkedin,
já que ele é membro de ambas as redes. Ainda que o tempo de interação
com Pat tenha sido muito breve, tive a impressão de que ele era
bastante equilibrado e vislumbrei um futuro brilhante para ele.

O mundo está repleto de casos de pessoas que dizem se lembrar da primeira oportunidade que “alguém” lhes deu um dia. Em todos os estilos de vida, desde negócios, entretenimento, esportes,
cozinha, medicina etc., há exemplos de pessoas que não se esquecem da
oportunidade inicial que lhes possibilitou sua ascensão na vida. Estive
recentemente na Nova Zelândia
e meu motorista me contou uma história sobre um de seus amigos. Seu
amigo é o único fornecedor de carne da Nova Zelândia para a maior franquia de fast-food
dos EUA. Há muitos anos, esse senhor respondeu a um anúncio de um
pequeno jornal local. Ele conseguiu obter o contrato, superando
empresas muito maiores da Nova Zelândia, simplesmente porque o
responsável pela decisão teve uma boa impressão dele e quis lhe dar uma
chance.

Tive sorte de poder dar a primeira oportunidade de
trabalho a vários recém-formados e essa é uma das partes mais
gratificantes do meu trabalho. Poder ver jovens recém-formados se
transformarem em veteranos experientes é semelhante a observar seus
próprios filhos se tornarem adultos. Escutar graduados do mundo todo
contarem o que a educação
proporcionou às suas vidas é uma lição de humildade e me recorda as
histórias de meus avós quando imigraram para os EUA. Eles também
tiveram uma primeira oportunidade que, em algum momento no futuro,
possibilitou minha primeira oportunidade no mercado de trabalho
norte-americano.

Como estudante de engenharia, tive que trabalhar dois anos em tempo integral para me formar na Northeastern University. Em 1979, Tom Seiker me deu meu primeiro estágio no programa de educação cooperativa do AVCO Research Laboratory, em Everett, MA. Também conclui a educação cooperativa na Mitre Corporation,
em Bedford, MA. Bob Preuss, o Dr. Greg Robertshaw, John Roberts e o Dr.
B.N. Suresh Babu me deram uma oportunidade na Mitre. Na verdade, Bob
Preuss me fazia redigir um relatório de status oficial diário, que era
registrado e arquivado como parte dos registros da empresa. É fácil de
imaginar que poucos engenheiros, e eu me incluo entre eles, gostam de
escrever, mas devido a essa insistência, a redação ficou muito mais
fácil para mim.

Minha educação cooperativa consistia basicamente em trabalhar em projetos confidenciais que exigiam um certificado de segurança, portanto, naturalmente, tive entrevistas com pessoas da National Security Agency (NSA) e da Central Intelligence Agency (CIA). Decidi que o setor comercial era perfeito para mim. Dez empresas quiseram me dar uma chance e escolhi a Digital Equipment Corporation
(DEC). Bob Raspallo, Jim Scott e Mike Pennington me deram minha
primeira oportunidade na DEC. Obrigado. Nunca os esqueci e continuo
fazendo aquilo que vocês fizeram comigo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s